Fala Vets, tudo bem?

Nesse artigo iremos estimular o desenvolvimento de seu raciocínio clínico através de um caso clínico, vamos começar?

 

Caso Clínico 1

 

Resenha/ Identificação

Felino, SRD, 5 anos de idade, macho e não castrado.

 

Anamnese

Tutor refere que animal saiu de casa há 5 dias, retornou ontem com dispneia e claudicando de membro torácico esquerdo.  

Refere hiporexiaoligodipsia e vocalização. Além disso, disse ter medicado com dipirona por conta própria (não sabe a dosagem), com leve melhora da dor. Relata que paciente apresentou 1 episódio emético. 

Nega demais alterações e refere que paciente era hígido antes de sair de casa. 

Relata que paciente é imunizado com vacinas importadas. 

 

Exame Físico

Taquipneia com respiração abdominal, mucosas hipocoradas, T ºC = 37,8 ºC, pulso filiforme, prostração, hematoma em região abdominal e instabilidade em diáfise de rádio e ulna esquerdos.

 

Vamos testar os seus conhecimentos sobre Caso Clínico 1? 

Fala Vet, este quiz tem como objetivo você treinar o seu raciocínio clínico, ele não possui caráter avaliativo. 

Nele serão disponibilizadas diversas formas de perguntas e terá um tempo limite para que você não possa consultar fontes externas (afinal, assim você não estará se testanto 😉 ). 

Vamos começar? 

E-mail

Coloque em ordem a conduta clínica mais adequada:

(   ) exames complementares;
(   ) estabilização (oxigenioterapia, fluidoterapia, aquecimento);
(   ) procedimento cirúrgico.

Coloque em ordem de prioridade os exames complementares que você pediria:

(   ) Hemograma;
(   ) Bioquímico;
(   ) Exames de Imagem;
(   ) Lactato e Hemogasometria.

Qual a sua principal suspeita clínica?

Qual das afecções abaixo NÃO é um diagnóstico diferencial?

No caso do Raio-X não confirmar a ruptura diafragmática, quais outras opções de exames você tem?

Qual das afecções abaixo pode ocorrer concomitantemente à ruptura diafragmática?

Marque a alternativa correta (V para verdadeiro e F para falso):

(   ) O tratamento da ruptura diafragmática é cirúrgico.
(   ) Uma toracocentese, se realizada inadequadamente, pode causar ruptura diafragmática.
(   ) A ruptura diafragmática é sempre uma emergência.
(   ) Deve-se realizar exames de imagem assim que o paciente é atendido, para que se tenha um diagnóstico.

 

E aí Vets, acertaram bastante?

 

Então é isso, compartilhem esse artigo com seus amigos e colegas, comentem e deixem sugestões do que vocês gostariam que abordássemos ;).

 

Surgery4Vets

“Você no Centro”

 

Livros recomendados

Atlas de Anatomia do Cão

Atlas de Anatomia do Gato

Semiologia Veterinária (Feitosa)

Farmacologia Aplicada à Medicina Veterinária (Spinosa)

Cirurgia de Pequenos Animais (Fossum)

Veterinary Surgery: Small Animals (Johnston & Tobias)

Tratado de Ortopedia (Minto e Luis Gustavo)

Medicina Interna de Pequenos Animais (Nelson & Couto)

Veterinary Internal Medicine (Ettinger)

Casos de Rotina (Crivellenti)

 

Curso de Cirurgia para Veterinários

RECEBA NOVIDADES POR EMAIL

Entre para nossa lista vip e receba conteúdos exclusivos e com prioridade.

  • Este campo é para fins de validação e não deve ser alterado.

Whatsapp 11 96433-8558    Email contato@surgery4vets.com.br    Localização Rua Frei Gaspar, 687 - Mooca - São Paulo - SP
Whatsapp 11 96433-8558

Email contato@surgery4vets.com.br

Localização Rua Frei Gaspar, 687 - Mooca - São Paulo - SP